Dicas para ter um relacionamento de Sucesso

/Dicas para ter um relacionamento de Sucesso

Dicas para ter um relacionamento de Sucesso

1. Aceite o conflito como normal.

A perfeição só existe em Hollywood. Desentendimentos acontecem. A menos que você esteja envolvido em problemas sérios (isto é, infidelidade, abuso, vícios, problemas legais ou violência), não jogue fora um relacionamento porque você chegou a um ponto difícil. Confiança e comprometimento se aprofundam enquanto você viaja através de tempestades juntos.

2. Cresça-se emocionalmente.

Muitas pessoas se comportam de maneira disfuncional. O que você considera um comportamento “normal” pode na verdade ser destrutivo para você ou para os outros. Se você está confuso sobre se seu comportamento é “emocionalmente maduro”, pergunte a si mesmo: Estou gostando de relacionamentos íntimos e gratificantes? Estou me sentindo vibrante e saudável? Estou vivendo minha vida com propósito e significado? Se a resposta for “não”, seja corajoso e enfrente seus problemas. Fale com um terapeuta qualificado, pastor ou conselheiro.

3. Tome (ou dê) espaço.

Os parceiros podem optar por se separar (física ou emocionalmente) enquanto trabalham em seus próprios problemas individuais. Cura feridas de infância é difícil o suficiente sem ter que prestar contas a um parceiro. Se o seu parceiro pede espaço, dê a ele o mundo. Pare com todas as perseguições – olhando no Facebook, dirigindo pelo trabalho ou pedindo informações aos amigos. Pare de ficar obcecado com a vida de outra pessoa, exceto a sua. para saber mais dicas consulte o frases da conquista ler online.

4. Aprenda a voar sozinho.

Sua felicidade reside dentro de você – não um relacionamento, um emprego ou um conjunto perfeito de circunstâncias. Meus clientes mais bem sucedidos têm uma abundância de joie de vivre. Eles literalmente acordam felizes – não importando as circunstâncias, incluindo um rompimento devastador. Deixe de estar em um relacionamento até que você possa aprender a ser feliz com você mesmo… agora… hoje… com ou sem um parceiro.

5. Desenvolva uma atitude “Sou incrível”.

Você (e somente você) determina seu valor pessoal. Vi muitas mulheres se enroscarem na posição fetal – e perderem o poder – sobre os caprichos e humores de um homem. Não importa se ele fica ou vai ou elogia ou critica. Sua auto-estima precisa ser como panelas antiaderentes – uma opinião de terceiros (independentemente de ser boa ou ruim) desliza imediatamente.

6. Cuide de suas próprias necessidades.

Você é um adulto, não uma criança. Como resultado, você chama os tiros. Precisa de uma soneca? Pegue. Quer sorvete? Tem alguns. Quer ir ao cinema? Apreciar. Em parceria, você pode pedir a outra pessoa para ajudá-lo a atender às suas necessidades. Mas, como você, eles têm suas próprias necessidades e problemas.

Eles podem dizer “não”. Isto não é uma rejeição. Em vez disso, é um convite – para ser auto-suficiente ou para alcançar a sua comunidade (ou seja, amigos ou familiares) para obter ajuda. Se você faz de uma pessoa o seu fim-tudo, eles se ressentirão. E você também.

7. Comunicar limites.

Mais relacionamentos morrem do silêncio do que da violência. Você mordeu sua língua até sangrar? Você se afastou do mau comportamento? Você importunou em vez de impor consequências? Se você agiu “complacente” para manter a paz, você contribuiu para a falta de autenticidade do relacionamento. Decida forjar um caminho diferente: fale. Diga não. Não permita que ninguém o trate como um capacho.

8. Nunca recompense o mau comportamento.

A psicologia pode explicar o mau comportamento, mas não justifica isso. Você tem distribuído reforços positivos (isto é, sexo, comida, moradia, favores) na esperança de que seu amado mude para melhor? Está funcionando? Se não, é hora de novas regras básicas. Se seu amor não o mudar, sua independência poderá.

9. Preste atenção à sabedoria da sua voz interna.

Quando seu relacionamento está em crise, é natural pedir conselhos aos seus amigos. Mas a sinfonia de opiniões está provavelmente abafando a única voz que importa – a sua. Fique quieto. Meditar. Orar. Espaço mental claro, para que você possa ouvir sua intuição. Essa relação pode ser salva? Isso é do seu interesse? Você está sendo empurrado para crescer? Seu coração nunca irá falhar em você, então aprenda a ouvir.

10. Seja paciente, mas também realista.

Então, quando é hora de desistir? Olhe para as ações do seu parceiro – não palavras – para uma pista. Ele se comprometeu a aconselhar? Ele está se comprometendo a mudar? Ou simplesmente prestando serviços de bordo? Você tem apenas uma vida para viver. Não desperdice isso com uma promessa e um sonho, especialmente com um compromisso real. Os relacionamentos podem ser como sapatos velhos – ficamos neles mesmo quando não são mais funcionais porque são confortáveis. Mas o conforto raramente é uma indicação de uma vida bem vivida.

By | 2019-04-23T12:19:40+00:00 April 23rd, 2019|Dicas da Vida|0 Comments

Leave A Comment