Energia solar tem queda de preço em leilão

/Energia solar tem queda de preço em leilão

Energia solar tem queda de preço em leilão

Como uma fonte de energia sustentável, a energia solar ganhou um impulso no país após seus resultados em um leilão que foi realizado em junho deste ano pelo governo, o qual tinha o objetivo de contratar possíveis projetos para geração da mesma.

As usinas responsáveis pela produção chegaram a realizar uma negociação que oferecia o valor de R$ 64,99 por megawatt-hora, preço esse, inferior ao que fora oferecido pelos empreendimentos hídricos e eólicos.

Sendo esse, o valor mais baixo da história, que foi cobrado pela fonte de energia no país. Ficando abaixo dos preços de comercialização da hidrelétrica Belo Monte, que há 9 anos pediu R$ 87 por megawatt-hora.

Mesmo com o potencial que a energia solar tem em nosso país, apenas 1,27% representa a implantação da mesma, a qual possui um predomínio longo na geração hidrelétrica, a qual corresponde cerca de 60% de sua capacidade.

De acordo com Maurício Tolmasquim, o ex-presidente da estatal EPE (Empresa de Pesquisas Energética), “o leilão foi considerado um marco histórico em relação aos preços cobrados pela energia solar no país. Esse é sem dúvida o valor mais baixo, o que indica que a energia solar pode representar um avanço ainda maior no campo matriz da elétrica”.

No entanto, o leilão foi considerado como “atípico”, pois a demanda pela energia solar ainda é baixa, com a lenta recuperação da nossa economia, há o aumento da disputa de investidores por contratos oferecidos a quem vence a concorrência. Mas, ainda se deve avaliar para verificar se esse valor é fruto de um desequilíbrio entre a oferta e procura, continuou Tolmasquim.

By | 2019-10-22T14:48:01+00:00 October 22nd, 2019|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment