Saiba quais são as diferenças entre os 3 tipos de consertos de pneus automotivos

/Saiba quais são as diferenças entre os 3 tipos de consertos de pneus automotivos

Saiba quais são as diferenças entre os 3 tipos de consertos de pneus automotivos

Entenda quais são os tipos de consertos

Para quem quer economizar enquanto dirige e ainda ter a certeza de utilizar um produto seguro e de qualidade, hoje vamos apresentar para você, os 3 tipos de consertos de pneus automotivos.

Cada um dos processos que serão apresentados, possui benefícios incríveis e que não podem ser deixados de lado como, por exemplo, uma economia próxima de 50% quando comparado ao valor de um pneu novo.

Além disso, com essas práticas é possível obter a mesma durabilidade que de um pneu novo, ajudando até mesmo na preservação do meio ambiente, uma vez que será reduzido em 80% o petróleo, reduzindo o aquecimento global.

Conheça as formas como um pneu pode ser consertado

Você vai poder conferir a seguir, quais são os principais tipos de conserto de um pneu e em alguns casos, é preciso contar com o auxílio de profissionais de uma oficina auto center, para verificar a possibilidade dessa reforma de pneus.

Cada um desses 3 tipos que iremos apresentar abaixo, é preciso que seja realizado por um profissional sério e capacitado, que tenha o pleno conhecimento sobre o serviço que está sendo realizado.

Realizando um serviço como esse em uma auto center,  você não irá precisar se preocupar com a sua segurança ou do veículo, pois foi realizado por profissionais responsáveis.

Basicamente as diferenças entre cada um desses serviços, está a parte em que o pneu deverá ser substituído. No caso do pneu recapado, é aquele que tem a banda de rodagem substituída.

Já o processo de recauchutagem, é alterado a banda de rodagem e também a lateral do pneu. Por fim, temos o remoldado em que as partes substituídas são a banda de rodagem, ombros e também a superfície dos flancos.

Mas vamos agora conferir cada um desses processos.

Pneu Recapado

O Brasil liderado pelos Estados Unidos, são os países que investem na reutilização de pneus, pois os motoristas têm pleno conhecimento dos benefícios que podem ser conquistados, tanto para o veículo como para o motorista e também, o meio ambiente.

De acordo com os dados informados pela Associação Brasileira do Segmento de reforma de Pneus, é possível atingir uma redução de 57% no valor do custo/km.

Mas para realizar esse procedimento, de modo adequado é preciso entrar em contato com uma loja de pneus, que tenha profissionais especializados nesse serviço e assim, consigam realizar cada etapa do procedimento de modo adequado e seguro.

Confira agora quais são as principais etapas, para realizar o processo de recapagem de pneus.

  • Limpeza para evitar toda e qualquer contaminação;
  • Inspeção inicial realizado por técnicos, para avaliar o material;
  • Raspagem com o objetivo de remover o desenho original;
  • Análise da carcaça, identificando se existe algum dano na estrutura;
  • Conserto para os casos em que o pneu esteja danificado;
  • Finalmente é realizada a aplicação das bandas de rodagem.

 

Remoldado

O pneu remold ou remoldado é aquele que, passa pelo processo de raspagem externa do pneu e desse modo, todas as características iniciais e informações gravadas pelo fabricante como, por exemplo:

  • Data de fabricação;
  • Capacidade de carga;
  • Índice de velocidade;
  • Nome do fabricante.

Essas informações serão substituídas pelas novas marcas que o pneu terá ao final do processo.

Toda a parte da banda de rodagem assim como os flancos, serão completamente removidos da parte externa do pneu, tendo ao final do processo uma nova camada de borracha que será aplicada com a utilização de material adequado para esta atividade.

Recauchutado

No processo para obter um pneu recauchutado é preciso substituir a borracha da banda de rodagem que está desgastada e aplicar um novo material, na carcaça do pneu.  

Vale informar aqui que todos os pneus que passam pelo processo de reforma dentro do Estado brasileiro, devem ser assegurados pelo INMETRO.

Desse modo é possível ter a certeza de que todos os processos e materiais utilizados, estarão de acordo com as regras e conformidades que são indicadas pelo INMETRO.

By | 2019-01-29T23:48:43+00:00 January 29th, 2019|Uncategorized|0 Comments

Leave A Comment